General do Exército diz estar “muito preocupado” com desafios da intervenção no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2018 07h32 - Atualizado em 21/03/2018 07h33
Marcelo Camargo/Agência Brasil"Confesso que muito preocupado pela incerteza de que vamos realmente atingir todos os objetivos. Mas a nossa determinação é, ao sair, deixar legado de mudança nas estruturas", disse o general

Otimista, porém, muito preocupado. Assim definiu seu sentimento o general do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, com relação ao processo de intervenção federal na área de segurança no Rio de Janeiro.

Nas últimas horas, praticamente só se tratou de orçamento. O governo do Estado e os interventores falavam em déficit de R$ 3,1 bilhões.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, falou que, se conseguisse R$ 1,5 bilhão, já ficaria bastante satisfeito. Michel Temer bateu o martelo e disse que vai repassar ao Rio até R$ 1 bilhão.

O comandante Villas Bôas afirmou que está preocupado com o fato de ser um desafio muito grande e as Forças Armadas não darem conta: “eu estou otimista e preocupado. Confesso que muito preocupado pela incerteza de que vamos realmente atingir todos os objetivos. Mas a nossa determinação é, ao sair, deixar legado de mudança nas estruturas de forma que elas tenham condições depois por si só”.

Segundo o general, os resultados da intervenção virão com o passar do tempo e não se deve esperar ações midiáticas.

*Informações do repórter Rodrigo Viga