Gestão Covas suspende adoção de ônibus sem cobrador

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2019 06h52
Roberto Casimiro - Estadão ConteúdoMedida irá à comissão para ser debatida

A Prefeitura de São Paulo suspendeu a implantação de novos ônibus sem o posto de cobrador. A decisão foi tomada nesta terça-feira (30), após uma reunião entre representantes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e do Sindicato da categoria.

Em junho, a SPTrans (São Paulo Transporte) havia emitido uma carta recomendando que as empresas de ônibus eliminassem a cadeira do cobrador nos veículos com até 15 metros de comprimento. A cobrança passaria a ser feita pelo próprio motorista, como já acontece com seis mil veículos do subsistema, que ligam os bairros aos terminais de metrô.

Os sindicalistas se opuseram à proposta afirmando que cerca de 20 mil trabalhadores seriam afetados e que nem todos conseguiriam se adaptar a outras profissões.

Segundo a gestão Bruno Covas, a medida será debatida em uma comissão criada para desenvolver um projeto de requalificação dos cobradores de ônibus.

*Com informações da repórter Camila Yunes