Gilmar Mendes não vê ‘clima’ para impeachment de Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2020 07h30 - Atualizado em 29/04/2020 08h10
Nelson Jr./SCO/STFMendes, porém, defendeu a análise das afirmações de Sergio Moro contra o presidente

O ministro Gilmar Mendes descartou “clima” para o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. O ministro do Supremo Tribunal Federal participou de uma live da Necton Investimentos.

Gilmar Mendes, porém, defendeu a análise das afirmações de Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro. “Essa é uma discussão que está e terá que ser devidamente examinada. Há imputações nesse sentido que são graves, tanto que o PGR fez instalar um inquérito. Isso terá que ser examinado.”

Mendes barrou a nomeação de Lula como ministro da presidente Dilma Rousseff em 2016. Haveria um paralelo nas nomeações agora para a Justiça e para a Polícia Federal.

“Havia um tipo de manipulação entre a presidente e o ministro Lula, agora ex-presidente para ele fugir do foro. Aqui o que se imputa é eventual falta de independência tendo em vista vínculos pessoais.”

O ministro Celso de Mello autorizou o inquérito para apurar as declarações de Sergio Moro com prazo inicial de 60 dias. O decano sairá compulsoriamente da Corte em 2020.

Se essa análise solicitada pelo procurador geral Augusto Aras não for encerrada até novembro, caberá o caso ao sucessor de Celso de Mello indicado ao STF pelo presidente Jair Bolsonaro.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos