Gol e TAM são condenadas a complementar indenizações de acidentes de 2006 e 2007

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2017 07h09 - Atualizado em 19/10/2017 10h53
Agência Brasil Agência Brasil O valor do seguro referente ao acidente da Gol, pela correção, seria de R$ 112 mil, e da TAM, R$ 116 mil

O Tribunal condena TAM e Gol a complementar indenizações às famílias das vítimas das maiores tragédias da aviação brasileira.

A decisão acolhe o pedido do Ministério Público Federal em São Paulo e determina que companhias aéreas reajustem o seguro pelas mortes de 154 passageiros na queda do avião da Gol em setembro de 2006 e de 199 pessoas no acidente da TAM em julho de 2007.

Os parentes deverão receber um complemento aos R$ 14.223,00 de indenização do seguro obrigatório pagos pelas duas empresas.

A pedido do Ministério Público Federal, o Tribunal Regional Federal da Terceira Região determinou que o valor seja calculado de acordo com a tabela de correção monetária da Justiça Federal, o que resultará em um valor dez vezes maior.

O presidente da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 3054 da TAM, Dario Scott, comemorou a decisão: “essa decisão os familiares já esperavam, porque é a correção de um valor de seguro obrigatório em casos de acidentes aéreos”.

O valor do seguro referente ao acidente da Gol, pela correção, seria de R$ 112 mil, e da TAM, R$ 116 mil.

*Informações do repórter Daniel Lian