Governador da Flórida descarta novo lockdown por causa da Covid-19

Ron DeSantis recebe apoio de boa parte da população; no Estado, 40% não quiseram se vacinar contra a doença

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2021 08h56 - Atualizado em 23/07/2021 10h39
EFE/EPA/RUNGROJ YONGRIT EPA-EFE/RUNGROJ YONGRITNa última semana, o aumento foi de 95% no número de pessoas no hospital apenas na Flórida

O governador da Flórida, Ron DeSantis, afirmou que não pretende realizar um novo lockdown na região diante de uma terceira onda da Covid-19. E a população nas ruas tem prestado apoio e concorda com as decisões dele. A variante delta já impacta o país e tem apertado a economia. Desde o início da pandemia, os Estados Unidos já registrou mais de 34 milhões de casos positivos e 610 mil óbitos pela doença. Enquanto isso, o número de internações não para de subir. Na última semana, o aumento foi de 95% no número de pessoas no hospital apenas na Flórida. Ron DeSantis afirmou que reconhece a eficácia da vacina em controlar os sintomas mais graves e pediu para que os norte-americanos se imunizem.

Porém, 40% da população do Estado não tomou nenhuma dose de nenhuma vacina. O número está abaixo da média nacional dos EUA, que mostra que 34% dos americanos não quiseram se vacinar. Apesar da população concordar com Ron DeSantis e não quererem um novo lockdown, conselheiros de saúde pública do governo pensam diferente. Vivek Murthy disse que está profundamente preocupado com esses aumentos e que o número de casos no Estado já representa 20% do total do país. A procuradora-geral Ashley Moody, que é republicana e aliada de Donald Trump e o Ron, confirmou ontem pelo Twitter que testou positivo para a doença.

*Com informações do correspondente Eliseu Caetano