Governadores avaliam reduzir as restrições contra a Covid-19 após o Carnaval

Entre as diretrizes avaliadas pelo Comitê Científico Nacional está o fim do uso obrigatório de máscaras; para isso, expectativa é que até 15 de março o Brasil tenha 80% da população vacinada

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2022 06h36 - Atualizado em 23/02/2022 07h54
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO pessoas na rua usando máscara Comitês científicos estaduais estão em alerta para traçar novas diretrizes com relação à pandemia

O Fórum de Governadores acredita que ampliar as restrições no Carnaval pode ser o esforço final para acabar com o uso das máscaras nos Estados. O colegiado apontou o dia 15 de março para o Brasil chegar na meta de 80% da população vacinada contra Covid-19. Com isso, comitês científicos estaduais estão em alerta para traçar novas diretrizes com relação à pandemia. Dentre as diretrizes estaria o fim da obrigatoriedade do item de proteção, como comenta o governador do Piauí, Wellington Dias, também coordenador do Fórum de Governadores. “É possível ter a condição de medidas de flexibilizações planejadas com essa importante vitória. Assim, estamos acionando o Comitê Científico Nacional para que possamos, com segurança, com a ciência orientando, garantir esse caminho para as medidas da trégua, de flexibilização, mas sempre com segurança”, disse. Além da suspensão das festas de Carnaval, o foco dos governadores também é pressionar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para liberar o uso do Paxlovid, medicamento da Pfizer para tratamento da Covid-19.

*Com informações do repórter Fernando Martins