Governo celebra formalização de motoristas de aplicativos

  • Por Jovem Pan
  • 31/08/2019 11h52
Aloisio Mauricio/Estadão ConteúdoOs motoristas de aplicativos foram autorizados a aderir ao MEI em agosto

Autorizados a aderir ao MEI em agosto, mais de 1,5 mil motoristas de aplicativos como Uber, Cabify e 99 já se cadastraram como microempreendedor individual (MEI) no Brasil.

O Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, do Ministério da Economia, Carlos da Costa, avalia o processo de formalização da categoria, através do MEI, o micro empreendedor Individual. “O MEI resolve em parte o problema da informalidade, porque ele traz para o mercado pessoas que antes não podiam emitir nota e contribuir com a previdência. Em poucos minutos ele é formalizado e pode sair sabendo que está regularizado.”

O presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, lembra que atualmente o país possui um 1,5 milhão de motoristas de aplicativos. “O maior benefício é a pessoa sair da informalidade, virar um cidadão com proteção previdenciária e do sistema de saúde para ele e a família toda. O mais importante é que é o emprego do futuro, isso que a gente fala.”

O primeiro MEI do país na categoria motorista de aplicativo é Marcelo Pereira de Souza, que levou 17 minutos para sua inclusão no Portal do Empreendedor. “É linha de crédito, você poder contar com auxílios. Ter uma certa estrutura que hoje quem não é CLT não tem.”

*Com informações do repórter Marcelo Mattos