Governo começa a realizar censo de venezuelanos em Roraima nesta segunda

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2018 06h20
ACNUR/Boris HegerNa última quinta-feira, o presidente assinou uma Medida Provisória que trata da assistência emergencial para os imigrantes e determina ações

Governo de Michel Temer começa a realizar nesta segunda-feira (19) um censo para mensurar a quantidade e as condições dos venezuelanos que entraram no Brasil por Roraima.

Na última quinta-feira, o presidente assinou uma Medida Provisória que trata da assistência emergencial para os imigrantes e determina ações nas áreas de proteção social, saúde, educação, direitos humanos, alimentação e segurança pública.

Entre as medidas, estão a oferta de atividades educacionais, formação e qualificação profissional e de infraestrutura e saneamento básico para essas famílias que estão vivendo em Roraima em situação de vulnerabilidade.

O coordenador do escritório do Serviço Jesuíta para Migrantes e Refugiados em Boa Vista, Cleyton Abreu, questionou os efeitos do censo e destacou as qualificações dos venezuelanos que ultrapassaram a fronteira: “o censo que o Governo vai fazer é só estatístico, porque é impossível ter controle de quem entra e sai. Temos estimativa de que grande parcela da população é academicamente bem posicionada. É uma migração extremamente qualificada”.

Cleyton Abreu elogiou a proposta de deslocamento de venezuelanos para outros Estados, mas questionou a maneira que a ação será realizada.

Esse processo de interiorização será direcionado aos Estados de São Paulo, Paraná, Amazonas e Mato Grosso do Sul, mas, só serão transferidos os venezuelanos que concordarem previamente com a mudança.

*Informações do repórter Matheus Meirelles