Governo de SP cria prova de recuperação obrigatória no meio do ano para alunos com notas vermelhas

Medida será aplicada ainda neste ano, abrangendo alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental e das três séries do Ensino Médio

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2024 10h30
Gilberto Marques/EducaçãoSP escolas em sp A metodologia de recuperação será orientada pelos resultados obtidos pelos alunos na prova Paulista

O Governo do Estado de São Paulo criou uma nova estratégia educacional visando combater a reprovação escolar entre os estudantes. A iniciativa consiste na implementação de uma prova de recuperação obrigatória para alunos que apresentarem desempenho insatisfatório, com notas abaixo de cinco, nos dois primeiros bimestres do ano. Esta medida, que abrange alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental e das três séries do Ensino Médio, visa antecipar o processo de recuperação, oferecendo aos estudantes uma oportunidade de melhorar suas notas e, consequentemente, evitar a repetência. A metodologia de recuperação será orientada pelos resultados obtidos pelos alunos na avaliação bimestral da Secretaria de Educação, conhecida como prova Paulista. Os estudantes que enfrentarem dificuldades em qualquer disciplina serão submetidos a duas semanas de aulas de reforço, focadas nos conteúdos em que tiveram mais problemas.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Estas aulas ocorrerão antes e depois das férias de meio de ano, especificamente nas semanas de 1 a 5 de julho e de 29 de julho a 2 de agosto, finalizando com a realização da prova de recuperação no dia 5 de agosto. Além da prova de recuperação, o governo estadual está avaliando a implementação de outras medidas de apoio aos estudantes. Uma delas é a criação de um cargo de professor tutor para alunos do primeiro ao terceiro ano do Ensino Fundamental, com o intuito de oferecer suporte adicional em português e matemática três vezes por semana. Outra proposta em análise envolve a concessão de um auxílio financeiro de R$ 400 mensais para estudantes do Ensino Médio que atuem como monitores, auxiliando no processo de recuperação e aprofundamento dos conteúdos estudados.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.