Governo deve liberar R$ 800 mi para ações de emergência em Brumadinho

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2019 06h52
Antonio Lacerda/EFEO anúncio foi feito pelo porta-voz da presidência, General Rego Barros, na tarde desta terça-feira (29)

O Governo federal estuda enviar ajuda financeira às vítimas do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho. O anúncio foi feito pelo porta-voz da presidência, General Rego Barros, na tarde desta terça-feira (29).

No entanto, ele não soube detalhar de que forma esse dinheiro será disponibilizado à cidade mineira.

Ainda na esfera federal, a Defensoria Pública da União informou que disponibilizará servidores para dar assistência jurídica às vítimas do rompimento da barragem, em Brumadinho. O anúncio foi realizado pelo defensor público geral federal, Gabriel Faria Oliveira, que esteve na cidade nesta terça-feira. Ele informou que serão encaminhados defensores que já têm experiência nas indenizações de Mariana.

Ao mesmo tempo, ações de solidariedade vêm de outros Estados. O Corpo de Bombeiros de São Paulo mandou uma força-tarefa para ajudar nos trabalhos de busca e resgate de desaparecidos em Brumadinho. Foram enviados 44 bombeiros, 12 viaturas, dois cães farejadores, dois helicópteros tripulados por 10 policiais militares e combustível para dez dias de operação.

O comandante interino do Corpo de Bombeiros, Coronel Max Mena, explicou que pela extensão da tragédia e a quantidade de vítimas, é imprevisível o tempo de trabalho. Ele disse ainda nesta terça-feira que uma outra equipe já está sendo preparada e deve seguir na semana que vem para Minas Gerais ajudar no revezamento.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro