Governo deve obter menos de R$ 10 bi com privatização da Eletrobras, segundo Ministério

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2017 06h55 - Atualizado em 30/08/2017 12h03
A declaração foi dada na noite desta terça-feira (29) pelo ministro interino de Minas e Energia, Paulo Pedrosa

O Ministério de Minas e Energia vai indicar à equipe econômica, somente para efeito de confecção do Orçamento, que a União vai obter menos de R$ 10 bilhões com a privatização da Eletrobras.

A declaração foi dada na noite desta terça-feira (29) pelo ministro interino de Minas e Energia, Paulo Pedrosa. Paralelamente, segundo ele, o Governo estuda uma segunda operação de venda da geradora de energia para levantar mais recursos.

O montante total a ser obtido com o processo de privatização da Eletrobras pode ser superior ao valor previsto no Orçamento de menos de R$ 10 bilhões. Recentemente, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, estimou que a privatização poderia render ao Governo R$ 20 bilhões.

Uma das novidades apresentadas por Paulo Pedrosa é esta ideia de uma segunda operação em que a Eletrobras, em um primeiro passo, faria emissão de ações, o capital da União seria diluído e o Governo poderia vender uma fatia da sua participação remanescente: “que ela faça emissão, essa emissão capte recurso do mercado. Neste modelo de emissão a União seria diluída e a União poderia optar por fazer emissão secundária e se diluir mais e, com isso, levantar dinheiro adicional”.

Sobre o leilão de usinas da Cemig, Pedrosa afirmou que o certame está garantido para o fim de setembro.

*Informações do repórter Rodrigo Viga