Governo Doria cancela cerca de R$ 143 mi em convênios firmados por Márcio França

  • Por Jovem Pan
  • 08/01/2019 06h55
Maurício Rummens/Estadão ConteúdoOs contratos assinados eram para obras de infraestrutura urbana, como recapeamento do asfalto das cidades

O governo João Doria cancelou cerca de R$ 143 milhões em convênios firmados pelo ex-governador Márcio França no último mês de dezembro. A atual gestão tucana identificou possível viés político para escolha na destinação de verbas.

Os contratos assinados eram para obras de infraestrutura urbana, como recapeamento do asfalto das cidades. Segundo o Secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi, do montante destinado aos convênios, mais de R$ 47,7 milhões eram direcionados para a prefeitura de São Vicente, no litoral paulista, reduto eleitoral de Márcio França.

Vinholi afirmou que os repasses não foram bem detalhados e não cumpriram os requisitos técnicos comuns, não tinham plano de trabalho, nem a especificação de quais eram as fontes de receita.

Em resposta, o ex-governador Márcio França afirmou em nota que os convênios “foram aprovados pela Procuradoria-Geral do Estado e pelo Planejamento”.

França explicou ainda que repasses maiores, como no caso de São Vicente, ocorreram porque houve uma renovação ou nova concessão de água e esgoto com a Sabesp e que o valor a mais destinado ao convênio na cidade era uma forma de contrapartida.

O ex-governador de São Paulo ainda ressaltou que contratos não podem ser rompidos porque em muitas cidades as obras já estão em andamento.

*Informações da repórter Victoria Abel