Governo e foliões minimizam risco de contágio do coronavírus no Carnaval

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2020 06h52 - Atualizado em 06/02/2020 08h06
CARLOS SANTTOS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOO Brasil não confirmou nenhum caso de coronavírus; por conta disso, segundo o ministro, o cancelamento da festa não é justificável

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, indicou nesta quarta-feira (5) que o coronavírus não deve afetar o Carnaval e diz que os brasileiros têm uma vida para levar.

Ele participou da comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, onde deu informações sobre o que governo brasileiro tem feito diante da contaminação.

Até agora, o Brasil não confirmou nenhum caso de coronavírus. Justamente por conta disso, segundo o ministro, o cancelamento do carnaval não é justificável.

“É uma festa popular, é a festa brasileira. Como vocês veem nos números, os casos estão concentrados na China. Os casos que saíram são pontuais. Todo mundo leva em consideração, mas temos uma vida para levar.”

As ruas de São Paulo já vivem a expectativa para o Carnaval. A foliã Karina Fernanda pretende aproveitar a festa e acha que os brasileiros não estão muito preocupados com o coronavírus.

Segundo ela, as pessoas não se preocupam nem com esse nem com outros vírus. “Eu acredito que o brasileiro não ligue muito para isso. O público-alvo do Carnaval ele quer se divertir e que não pensa nas consequências desse e de outros vírus, qualquer DST.”

Em 2020, os desfiles e blocos devem tomar as ruas das principais cidades brasileiras ao longo das últimas semanas de fevereiro.

O Ministério da Saúde tem algumas recomendações para prevenir o novo coronavírus. Algumas delas são evitar contato com pessoas que estejam gripadas, lavar as mãos com frequência, cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

*Com informações da repórter Nicole Fusco