Governo encontra agrotóxicos acima do permitido em 7% dos alimentos analisados

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2019 06h35 - Atualizado em 17/12/2019 08h42
PixabayNa semana passada, a Anvisa publicou um estudo semelhante - só que com alimentos vendidos em supermercados entre 2017 e 2018

O Ministério da Agricultura encontrou resíduos de agrotóxicos acima do limite permitido ou proibidos em 7% dos alimentos avaliados entre 2015 e 2018.

Foram pesquisados mais de 200 tipos de agrotóxicos em 42 produtos de origem vegetal, entre eles batata, tomate, beterraba, alface e cenoura, coletados em fazendas e centros de distribuição.

Além dos defensivos, o estudo também buscou a presença de contaminantes químicos, como arsênio, e biológicos, como salmonella. Das quase cinco mil amostras, em 46% delas foram verificados resíduos de agrotóxicos, sendo 39% dentro do limite permitido.

Já 7% das frutas e verduras, tinham pesticidas acima do limite ou a presença de defensivos proibidos no país.

As amostras foram encaminhadas e analisadas por laboratórios federais, que seguiram metodologias validadas pelo Inmetro e com reconhecimento internacional.

Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária publicou um estudo semelhante – só que com alimentos vendidos em supermercados entre 2017 e 2018. No caso, 23% deles apresentaram níveis de pesticidas acima do aceitável.

De acordo com o Governo, as duas pesquisas são consideradas complementares, mas têm parâmetros e metodologias diferentes, não sendo possível compará-las.

*Com informações da repórter Leticia Santini