Governo francês vai apresentar nova proposta para a reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2020 07h53
EFEAs manifestações são as piores do período pós-guerra e a mobilização ferroviária é a maior desde 1930

O primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, deve apresentar neste sábado (11) uma nova proposta para a reforma da Previdência no país.

De acordo com o premiê, o texto pode ser um meio termo entre as reivindicações das Centrais Sindicais e as necessidades do governo.

Nesta sexta-feira (10), o presidente Emmanuel Macron incluiu uma cláusula na proposta para aumentar a idade mínima de aposentadoria para 64 anos. Nesse caso, o trabalhador que decidir se aposentar aos 62 não teria direito a pensão integral.

O governo quer substituir os sistemas específicos por outro de pontos previdenciários único e universal. Macron afirma que a mudança é necessária para balancear o orçamento do país.

A proposta gerou revolta das centrais sindicais, que promovem protestos e paralisações nos transportes há mais de um mês. As entidades querem que o governo abandone o projeto, argumentando que ele vai acabar com benefícios conquistados e trará prejuízos aos pensionistas.

A mobilização gerou engarrafamento de 200 quilômetros somente na capital Paris. As manifestações são as piores do período pós-guerra e a mobilização ferroviária é a maior desde 1930.

* Com informações da repórter Nanny Cox