Governo lança campanha contra a violência doméstica

  • Por Jovem Pan
  • 16/05/2020 07h56
Marcos Corrêa / Presidência da RepúblicaAs denúncias de violência contra mulheres aumentaram 35% durante o período de quarentena

O governo federal lançou, nesta sexta-feira (15), a Campanha de Conscientização e Enfrentamento à Violência Doméstica. A ideia é estimular a denúncia, por meio de canais como o Disque 100, o Lique 180, e o aplicativo Direitos Humanos Brasil.

Com o mote “Denuncie a violência doméstica. Para algumas famílias, o isolamento está sendo ainda mais difícil”, a campanha aborda não somente a violência contra a mulher, mas também contra idosos, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes.

Segundo a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, as denúncias de violência contra mulheres aumentaram 35% durante o período de quarentena.

Por outro lado, as referentes a agressões contra crianças caíram 18%. Uma queda que, de acordo com a Damares, preocupa as autoridades.

Durante o lançamento da campanha, a ministra anunciou que enviará um Projeto de Lei ao Congresso pedindo que adiantamentos de herança sejam suspensos até o fim da pandemia. A ideia é evitar que idosos e pessoas com deficiência sejam vítimas de aproveitadores.

O Disque 100 e o Ligue 180 são gratuitos e funcionam 24 horas por dia, inclusive em feriados e fins de semana, recebendo mais de 11 mil ligações diárias. Dessas, aproximadamente mil são denúncias de violações de direitos humanos.

Os canais funcionam como “pronto-socorro” dos direitos humanos. Eles atendem também graves situações de violações que acabaram de ocorrer ou que ainda estão em curso, acionando os órgãos competentes e possibilitando o flagrante.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado