Governo libera R$ 800 mi para evitar paralisações de obras do Minha Casa, Minha Vida

As construtoras ameaçaram interromper as obras em maio diante de atrasos nos pagamentos de R$ 550 mi

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2019 07h18 - Atualizado em 22/04/2019 10h49
Agencia BrasilA liberação de recursos deverá atender as empresas que atuam na faixa 1 do Minha Casa Minha Vida

O Governo liberou R$ 800 milhões para evitar paralisações no Minha Casa, Minha Vida. As construtoras ameaçaram interromper as obras em maio, diante de atrasos nos pagamentos de R$ 550 milhões.

O presidente da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), José Carlos Martins, reforçou a preocupação com o orçamento federal para o programa nos próximos meses: “para se ter uma ideia, isso representa em São Paulo, há dois anos não existia o programa na cidade, hoje representa 40% do mercado. No Brasil inteiro o programa representa dois terços”.

A liberação de recursos deverá atender as empresas que atuam na faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida, para famílias com renda até R$ 1,8 mil com 90% do Orçamento.

Para 2019, o programa tem dotação de R$ 4,6 bilhões. Desde o início do ano, o setor imobiliário registra a desaceleração nas contratações, algo a princípio visto como normal e dentro das expectativas de um novo Governo, mas que agora gera críticas e desconfiança, em relação à retomada do mercado, em 2019.

*Informações do repórter Marcelo Mattos