Governo mantém previsão de levar 5G para todas as capitais no ano que vem

Fábio Faria está confiante de que o edital será publicado na semana que vem; ainda não há definição para a data do leilão

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2021 11h07 - Atualizado em 15/09/2021 11h08
EFE/EPA/ANDY RAINTodas as localidades com mais de 600 mil habitantes terão acesso ao 5G, assegura o ministro Fabio Faria

Mesmo com o atraso na definição da data do leilão do 5G, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, está confiante de que o edital será publicado na semana que vem. Ele garantiu que até julho de 2022 a internet de 5ª geração estará disponível em todas as capitais brasileiras. O objetivo é beneficiar 40 milhões de pessoas que hoje não estão conectadas. Segundo o ministro, todas as localidades com mais de 600 mil habitantes terão acesso ao 5G, sendo que nas cidades menores o governo vai disponibilizar um novo programa, o “Wi-Fi Brasil”. O ministro pediu pressa à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), uma vez que, segundo ele, não há tempo a perder. “Cada dia perdido do leilão é R$ 100 milhões a menos que o Brasil deixa de ganhar, fora as entregas que nós temos e fora essas pessoas que estão isoladas do mundo real, isoladas do mundo digital, isoladas da inclusão social, Por isso a importância que nós temos nesse assunto”, disse. O ministro das Comunicações ressaltou que o 5G será importante pra levar a internet para as escolas brasileiras, mesmo naquelas localidades de difícil acesso, e garantir incremento para o setor produtivo, como o agronegócio, por exemplo. “Com o leilão de 5G, a gente vai cobrir todo o agronegócio, porque o 4G conectou pessoas e o 5G vai conectar toda a indústria e toda a cadeia produtiva. Então, o agro terá fortemente contemplados com o 5G”, afirmou.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin