Governo monitora preparativos para greve e declara prontidão para auxiliar estados

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2019 07h01
EVERSON BRESSAN/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPorta-voz da presidência falou aos jornalistas sobre o assunto nesta quarta (12)

A convocação de uma greve geral no país contra a reforma da Previdência está sendo acompanhada com atenção pelo Palácio do Planalto. O assunto foi um dos mais comentados nas redes sociais nesta quarta-feira (12), principalmente no Twitter, e partidos de oposição, além de sindicatos, convocam os filiados e associados para a manifestação.

O porta-voz da Presidência Rêgo Barros explicou que o governo federal poderá ajudar estados que enfrentarem problemas durante os protestos. “O gabinete de Segurança Institucional e outros órgãos que são responsáveis pelo acompanhamento da conjuntura já estão realizando o acompanhamento dessa indicação de paralisação nesta sexta-feira, que não está por si confirmada”, declarou.

Em Brasília, escolas públicas deverão estar fechadas na sexta-feira (14). O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes avalia também a adesão ao movimento. Por lá, o metrô já funciona com horário reduzido há mais de um mês.

A expectativa é que parte dos servidores públicos do Distrito Federal e federais também paralisem. Tradicionalmente, as manifestações na capital do país se concentram na Esplanada dos Ministérios.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin