Governo promete normalizar seguro-desemprego a partir da semana que vem

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2020 07h01
Marcelo Camargo/Agência Brasil67 mil pedidos de seguro-desemprego serão reprocessados

Secretaria Especial de Previdência e Trabalho está reprocessando 67 mil pedidos de seguro-desemprego atrasados após saque imediato do FGTS. Quem resgatou R$ 500 do Fundo, valor que poderia chegar a R$ 998, em alguns casos, estava com o benefício bloqueado. 

O Ministério da Economia liberou o pagamento das parcelas em 28 de janeiro. A primeira parcela ocorre 30 dias após a data do requerimento, e as demais são pagas com intervalo de um mês. 

O governo lembra que os pedidos sem impedimentos foram liberados, e as novas solicitações não devem ser bloqueadas. A consulta do seguro-desemprego pode ser feita no site www.gov.br ou no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.  

A falha, que começou na segunda quinzena de dezembro, afetou todos os demitidos sem justa causa em razão do cruzamento de dados apontar a movimentação no FGTS, e o sistema barrou o pagamento.

A negativa obrigava a apresentação de um recurso administrativo. Quem não entrou com a medida não precisa mais fazê-lo, pois o governo promete a liberação automática. Em média, 520 mil pedidos de seguro desemprego são recebidos mensalmente.