Governo lança protocolo nacional de investigação de feminicídio

Com o novo programa, o desaparecimento de uma mulher poderá ser denunciado à polícia imediatamente

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2020 06h12 - Atualizado em 25/06/2020 07h56
PixabayO protocolo determina também a instauração imediata de inquérito policial nos casos de morte violenta de mulher

O ministério da Justiça e Segurança Pública anuncia novo protocolo que acelera investigações de feminicídios no Brasil. Com o novo programa, o sumiço de uma mulher poderá ser denunciado à polícia imediatamente. Atualmente, é necessário aguardar 48 horas para denunciá-lo.

Segundo o ministro André Mendonça, a intenção da medida é integrar as forças policiais estaduais e federais. O protocolo determina também a instauração imediata de inquérito policial nos casos de morte violenta de mulher.

Além disso, a ação estabelece que os atendimentos relacionados às ocorrências de feminicídio tenham prioridade na realização de exames periciais.

Durante o anúncio do projeto, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, disse que os homens têm o dever de proteger as mulheres.

A elaboração do texto teve a participação do Fórum Permanente de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil e do Conselho Nacional de Polícia Científica.

*Com informações do repórter Leonardo Martins