GP Brasil de Fórmula 1: Investimentos em obras e infraestrutura chegam a R$ 36,1 milhões

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2018 08h10
EFEAinda há gastos de custeio, mas a previsão da administração municipal é de economia

Às vésperas do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a Prefeitura de São Paulo detalhou os investimentos feitos neste ano no Autódromo José Carlos Pace, de Interlagos.

Para o GP, que ocorre entre 9 e 11 de novembro, foram investidos R$ 7,4 milhões em obras e R$ 28,4 milhões em infraestrutura, dando um total de R$ 36,1 milhões em investimentos, valor menor que os R$ 40 milhões direcionados ao local.

Ainda há gastos de custeio, mas a previsão da administração municipal é de economia. Essa diferença será direcionada a demandas antigas de moradores da região: o race control e obras de esgoto, que não estavam previstas.

O prefeito Bruno Covas, do PSDB, esteve nesta quarta-feira (31) no Autódromo. Quanto ao projeto de privatização, Covas explicou que a Câmara Municipal ainda discute pontos do texto.

Em novembro do ano passado, ainda na gestão municipal de João Doria, a privatização do Autódromo foi aprovada. O prefeito Bruno Covas colocou à disposição do Autódromo a Guarda Civil Metropolitana para contribuir na organização do entorno do autódromo, onde foram registrados assaltos no ano passado durante o Grande Prêmio.

Para atender as condições de segurança exigidas pela Federação Internacional de automobilismo, o pavimento da pista teve trechos de asfalto substituídos e recebeu aplicação de grooving, que são ranhuras para melhorar as detenções dos pneus.

A área da frente dos boxes passou por pintura e toda a pista teve revitalização da sinalização. Um tipo de pintura reflexiva, com a cor verde limão, foi usada para ajudar os pilotos na entrada da reta de chegada.

O secretário municipal de Serviços e Obras, Vitor Aly, explicou a medida. Ele destacou também novidades para o automobilismo em São Paulo.

A capital paulista se prepara para receber no ano que vem uma etapa do Mundial de Endurance e espera organizar uma prova da Fórmula E em 2020, com traçado no entorno do Parque do Ibirapuera.

*Informações do repórter Matheus Meirelles