Guedes sinaliza ajuda da União a governadores de Estados em dificuldades financeiras

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2019 06h26
Valter Campanato/Agência Brasil Seriam antecipados recursos da União e até mesmo do BNDES

O ministro da Economia, Paulo Guedes, teria sinalizado a governadores reunidos em Brasília nesta terça-feira (26) a possibilidade de antecipar receitas aos Estados como forma de ajudar aqueles estados com a situação financeira mais complicada.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, explicou que seria a antecipação de recursos de privatização. Seriam antecipados recursos da União e até mesmo do BNDES.

O Governo Federal também sinalizou com a possibilidade de dividir com os governadores os recursos da camada cessão onerosa do pré-sal. Mas, neste caso, a condição imposta pela União seria a aprovação da reforma da previdência.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, defendeu a aprovação da reforma inclusive como forma de ajudar no processo de recuperação fiscal dos Estados. Ele, no entanto, sinalizou dificuldades, inclusive para garantir apoio da própria bancada no Congresso.

O governador de São Paulo, João Doria, se mostrou mais otimista, disse que haverá sim uma articulação com a bancada do Estado. Ele defendeu a necessidade de prudência neste momento.

O Palácio do Planalto trabalha para que a reforma da Previdência caminhe lado a lado com a proposta de combate à corrupção do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A avaliação, no entanto, é que cabe aos parlamentares definirem o passo o passo das propostas.

Nesta quarta-feira (27), o ministro Moro vai à Comissão de constituição e Justiça falar sobre o pacote de medidas anticrime.

*Informações da repórter Luciana Verdolin