Haddad critica ameaças à democracia e comemora evolução nas pesquisas de intenção de voto

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2018 07h03
Bruno Rocha/Estadão ConteúdoPara Haddad, a ameaça à democracia é diária: “entendemos que está sendo ameaçada diariamente com suposições e nós vamos nos associar a todos os que defendam a democracia”

Após visitar o ex-presidente Lula na penitenciária em Curitiba, Fernando Haddad declarou que a democracia está ameaçada no Brasil.

O candidato do PT à Presidência da República afirmou que “o mundo está observando o Brasil com muito cuidado, em função de ‘movimentos exóticos’ estranhos à tradição democrática do país”.

Para Haddad, a ameaça à democracia é diária: “entendemos que está sendo ameaçada diariamente com suposições e nós vamos nos associar a todos os que defendam a democracia”.

À noite, o petista participou de um evento em São Paulo, na Avenida Paulista. Ele comentou a nova pesquisa Ibope, em que aparece com 22% das intenções de voto, atrás apenas de Jair Bolsonaro que detém 28%.

Após a divulgação dos números, Haddad afirmou que “tem muito trabalho pela frente”, mas que seguirá com “tranquilidade” até o dia da votação.

Nesta terça-feira (25), o presidenciável viaja à Campinas e à noite participa de um evento na capital paulista.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações da repórter Natacha Mazzaro