Haddad diz que ligou para presidente do PDT para pedir apoio de Ciro: ‘Fica mais fácil’

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2018 06h51 - Atualizado em 26/10/2018 08h56
Marlon Costa/Estadão Conteúdo“Eu liguei para ele dizendo que talvez ele não esteja acompanhando. Eu falei ‘tá virando, Lupi. Tem uma onda legal acontecendo no País'", disse Haddad

A espera de apoios de última hora, Fernando Haddad mantém interlocução com o PDT de Ciro Gomes. O candidato à Presidência pelo PT deu a declaração no fim da manhã desta quinta-feira (25) em São Paulo depois de se encontrar com observadores eleitorais da Organização dos Estados Americanos.

Em entrevista coletiva, o petista agradeceu os apoios já declarados de Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, e de Alberto Goldman, do PSDB. Fernando Haddad afirmou que telefonou na quarta-feira ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e que permanece com a expectativa da adesão de Ciro Gomes.

“Eu liguei para ele dizendo que talvez ele não esteja acompanhando. Eu falei ‘tá virando, Lupi. Tem uma onda legal acontecendo no País’. Eu comuniquei, é minha obrigação. Fica mais fácil com Ciro. Marina, Goldman ajudam”, disse.

O petista disse ainda que vai realizar o ato final da campanha na favela de Heliópolis, na Zona Sul de São Paulo neste sábado (27). Fernando Haddad disse que a atividade já estava programada, não tem relação com a fala de Mano Brown e ressaltou o apoio do rapper à candidatura dele.

Depois do encontro com os observadores da OEA, Haddad viajou para Pernambuco. O petista participou de um ato de campanha em Recife no fim da tarde.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Tiago Muniz