Hang fala em ‘ataque terrorista’ após estátua da Havan pegar fogo em SP

  • Por Jovem Pan
  • 01/01/2020 10h32
Reprodução/TwitterNinguém ficou ferido no incêndio, que atingiu a réplica da Estátua da Liberdade da loja

O dono da loja de departamentos Havan, Luciano Hang, classificou como “terrorismo” a ação que incendiou uma réplica da Estátua da Liberdade na filial de São Carlos, interior de São Paulo. O monumento é considerado o símbolo da rede.

Depois do incêndio, Hang publicou um vídeo em suas redes sociais. De acordo com ele, o ataque não foi apenas contra o estabelecimento, mas contra toda a população do país.

“O ataque terrorista feito nesta madrugada em São Carlos é um ataque feito contra os 210 milhões de brasileiros. Lá atrás, quando os terroristas que queriam tomar conta do nosso Brasil, eles sequestravam, roubavam cargas, explodiam aeroportos, tocavam o terror no nosso país”, disse.

Imagens divulgadas na internet mostram a estátua completamente destruída após o fogo. As causas do incêndio ainda não foram divulgadas e o caso foi registrado na polícia de São Carlos. Ninguém ficou ferido.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos