Homem ataca estudante que não gostou de ser assediada verbalmente em café em Paris

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2018 08h53
ReproduçãoA prefeita de Paris, Anne Hidalgo, se manifestou a favor da estudante declarando solidariedade total e pedindo o fim do assédio nas ruas da capital francesa

O assédio nas ruas contra as mulheres também é um problema sério na Europa e um episódio esta semana está revoltando a França.

Um vídeo captado por câmeras de segurança em Paris viralizou nas últimas horas e registra o momento em que um homem ataca fisicamente uma estudante que não gostou de ser incomodada por assobios e provocações.

Marie Laguerre, de 22 anos, foi assediada por um homem perto de um café em Paris. Segundo a vítima, ela mandou o agressor calar a boca depois de ouvir os comentários impróprios.

O homem então aparece nas imagens atacando um cinzeiro contra Laguerre, antes de agredi-la com um soco.

Acontece que a França acaba de introduzir novas leis contra o assédio sexual em público. Assobios e provocações verbais podem render multas de até 750 euros. E o vídeo mostrando a agressão contra Marie Laguerre criou uma onda de comoção na sociedade francesa, incluindo declarações de apoio de diversos políticos.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, se manifestou a favor da estudante declarando solidariedade total e pedindo o fim do assédio nas ruas da capital francesa.

O que se vê na Europa é muito menos que o que acontece nas ruas do Brasil – mesmo assim a tolerância dos franceses segue baixa com esse tipo de assédio.

O presidente Emmanuel Macron afirmou que a nova legislação prevendo multa para agressores, mesmo que verbais, tem como objetivo garantir que as mulheres não tenham medo de sair às ruas.

Apesar das imagens, o autor do ataque ainda não foi identificado pela polícia.