Homem que baleou dois PMs e estava foragido se entrega à Polícia

No dia 24 de junho, Renato Alves, de 39 anos, efetuou disparos contra policiais após a PM ser chamada para tentar intermediar uma briga entre ele e um outro homem de quem teria comprado uma BMW

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2019 07h41 - Atualizado em 02/07/2019 09h49
DivulgaçãoAgentes da Polícia Militar chegaram a fazer buscas pelo corretor no prédio em que mora, por cerca de sete horas, mas ele não foi localizado

Após uma semana foragido, o corretor de imóveis Renato Alves, suspeito de balear dois policiais na Zona Sul de São Paulo, se entregou à polícia nesta segunda-feira (1°). A pistola usada no crime também foi apreendida, e o atirador deve responder por homicídio qualificado.

No dia 24 de junho, Renato Alves, de 39 anos, efetuou disparos contra policiais após a Polícia Militar ser chamada para tentar intermediar uma briga entre ele e um outro homem de quem teria comprado uma BMW. Os agentes chegaram a fazer buscas pelo corretor no prédio em que mora, por cerca de sete horas, mas ele não foi localizado.

Os investigadores já sabem que Renato conseguiu se esconder enquanto a polícia fazia buscas nos apartamentos e nas áreas comuns. O homem só fugiu do condomínio por volta de meia noite e meia, quando os agentes já haviam encerrado as buscas.

Câmeras de segurança mostram que o pai do suspeito cobriu parte dos equipamentos de monitoramento do prédio e saiu com ele em um carro pela garagem do prédio. Segundo a Polícia, Renato Alves mora com os pais e é frequentador de um clube de tiro.

Renato vai ficar preso por trinta dias em cumprimento de mandado de prisão temporário. Segundo o delegado que investiga o caso, Carlos César Rodrigues, o suspeito deve ser interrogado até o meio da semana.

*Com informações de Afonso Marangoni