Hospital na Brasilândia deve ser entregue parcialmente em 2019

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2018 08h53
Heloisa Ballarini/SecomO prédio contará com 305 leitos, sendo 20 destinados à Unidade de Terapia Intensiva, dez para UTI pediátrica e outras dez para UTI neonatal

Uma obra que já deveria ter sido entregue em 2016, mas se arrasta e deixa a população da zona norte de São Paulo ansiosa. O Hospital da Brasilândia é aguardado para minimizar problemas relacionados à área da saúde na região.

O prédio contará com 305 leitos, sendo 20 destinados à Unidade de Terapia Intensiva, dez para UTI pediátrica e outras dez para UTI neonatal.

A estimativa é que, quando for concluído, o local atenda por mês, somente no pronto-socorro, cerca de 26 mil pacientes.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, vistoriou as obras e afirmou que a entrega parcial deve ocorrer no segundo semestre de 2019.

O Hospital terá 41 mil metros quadrados e deve servir cerca de 2,2 milhões de pessoas da região. A obra que já foi paralisada e retomada, com o cronograma desrespeitado é um sonho para aqueles que moram nas proximidades. Resta saber se desta vez não haverá nenhum percalço.

*Informações do repórter Daniel Lian