Inadimplência volta a subir em agosto na cidade de SP

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2018 06h38
Fotos Públicas Entidades de defesa do consumidor se dizem preocupadas com as mudanças no cadastro positivo, mas o comércio comemora. Na semana passada, o texto-base do projeto que muda as regras foi aprovado pela Câmara. O cadastro positivo é um banco de dados que existe desde 2011 e relaciona os clientes que são considerados bons pagadores. Até então, o consumidor precisava pedir pra ter o nome incluído, mas agora, todos que estiverem com as contas em dia entram na lista automaticamente. Quem não quiser, terá que entrar em contato com as instituições financeiras e solicitar a exclusão. Segundo Paulo Miguel, diretor-executivo da Fundação Procon de São Paulo, não há garantias de que os dados do consumidor estarão protegidos. O deputado Walter Ioshi, que foi o relator do projeto na Câmara, rebate e garante que não haverá violações. A aprovação do novo cadastro positivo agradou as empresas de crédito e os varejistas. O presidente da Associação Comercial de São Paulo, Alencar Burti, diz que é uma vitória do consumidor que mantém as contas em dia. Apesar da aprovação, os destaques do texto ainda serão apreciados pelo plenário da Câmara nesta semana. Depois, o texto segue para uma nova análise do Senado, de onde veio a matéria original. O economista da Boa Vista SCPC, Flávio Calife, explicou que o aumento em São Paulo foi isolado

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo subiu 1,7% em agosto na comparação com julho, segundo dados da Boa Vista SCPC. No acumulado do ano, a alta é de 4,4%.

O economista da Boa Vista SCPC, Flávio Calife, explicou que o aumento em São Paulo foi isolado: “a gente tem visto uma pequena elevação na inadimplência de São Paulo. No resto do País tem uma queda pequena por conta da mudança na própria atividade. Mas também do ponto de recuperação de crédito esse número está aumentando. Isso mostra que há certa recuperação do próprio crédito, que vinha caindo evoltou a crescer. Está aumentando o número de novas dívidas, mas o pagamento também está aumentando. O pagamento está maior que novas dívidas”.

Segundo Calife, os índices apontam para uma situação melhor em São Paulo do que no restante do país.

O indicador de registro de inadimplência da Boa Vista SCPC é elaborado a partir dos novos registros de dívidas vencidas e não pagas. Já o índice de recuperação de crédito se baseia nas exclusões de registros informadas.

*Informações do repórter Vitor Brown