Índia anuncia retomada de voos domésticos e tem confusão nos aeroportos

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2020 06h19
EFENo Brasil, o governo federal decidiu manter por mais 30 dias a restrição da entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade no país

A Índia autorizou, nesta segunda-feira (25), a retomada dos voos domésticos que estavam suspensos desde o final de março. A decisão ocorre um dia depois do maior aumento de casos de covid-19 em um dia no país.

O governo, preocupado em amenizar a crise econômica, anunciou na semana passada a liberação de cerca de mil voos diários, um terço do movimento habitual. Os voos internacionais continuam suspensos.

O ministro da Aviação da Índia até impôs uma série de medidas nos aeroportos, como a obrigação de usar máscaras, medir a temperatura dos passageiros e deixar livre os assentos intermediários das aeronaves, mas foram registrados protestos e aglomeração.

Isso aconteceu porque muitos estados da Índia ainda exigem a quarentena e, mesmo com a liberação dos voos domésticos, muitas pessoas ficaram furiosas porque tiveram seus voos cancelados de ultima hora.

Os indianos que estão em outros estados ha 2 meses não sabem se devem continuar cumprindo a quarentena ou se podem voltar para casa.

No Brasil, o governo federal decidiu manter por mais 30 dias a restrição da entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade no país. A medida começou a valer na última sexta-feira (22) e vale tanto para quem chega de avião, voos internacionais, quanto por rodovias ou transporte marítimo.

*Com informações do repórter Victor Moraes