Iniciativa por despoluição leva grupo em ‘passeio’ pelo Rio Pinheiros

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2019 08h33 - Atualizado em 13/09/2019 10h38
Reprodução Grupo passeia pelo Rio Pinheiros Eles cumpriram à distância de sete quilômetros em apenas quinze minutos, metade do tempo do percurso de carro no horário do rush

Um grupo de 30 pessoas teve uma experiência que há muitas décadas era bem mais comum na capital paulista. Por iniciativa da São Paulo Boat Show, uma feira do setor náutico, os turistas puderam navegar pelo leito do rio Pinheiros a bordo de um bote. Eles cumpriram à distância de sete quilômetros em apenas quinze minutos, metade do tempo do percurso de carro no horário do rush.

Em 2011 e 2012, a organização tentou promover uma corrida entre um barco e um automóvel no rio Tietê, mas a brincadeira durou pouco já que a embarcação travou no lixo acumulado. No Rio Pinheiros, um dos problemas ainda é o mal cheiro. O governador João Doria assumiu compromisso de despoluí-lo até 2022 com um investimento de ao menos R$ 1,5 bilhão.

Para o presidente da Empresa Metropolitana de Águas e Energia, Ronaldo Souza Camargo, é possível imaginar a curto prazo um rio Pinheiros saudável. Camargo espera poder fazer no rio Pinheiros, em três anos, transportes de pessoas, de bens e valores, e turismo.

O idealizador do projeto e presidente do São Paulo Boat Show, Ernani Paciornik, acredita na importância de uma conscientização para reduzir a produção de lixo. Paciornik espera que a população se comprometa assim como fez o Governo do Estado de São Paulo.

A Empresa Metropolitana de Águas e Energia tem como meta retirar em 12 meses 500 mil metros cúbicos de lixo do rio Pinheiros, tornando o curso d’água mais limpo, com água translúcida e com maior profundidade, para que possa ser usado de forma efetiva para lazer e transporte.

*Com informações do repórter Matheus Meirelles