Intervenção no RJ: especialistas alertam para a possibilidade de violações de direitos humanos

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2018 08h52
Tomaz Silva/Agência BrasilNesta quinta-feira (1º), grandes nomes da área se reuniram em São Paulo para discutir maneiras de evitar os abusos

Especialistas em segurança pública estão preocupados com a possibilidade de violações dos direitos humanos, após a intervenção no Rio de Janeiro.

Nesta quinta-feira (1º), grandes nomes da área se reuniram em São Paulo para discutir maneiras de evitar os abusos.

Foi um debate promovido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pelo Núcleo de Estudos da Violência.

O ex-ministro de Direitos Humanos do governo Fernando Henrique Cardoso, Paulo Sérgio Pinheiro, acha que os moradores das comunidades correm perigo.

A socióloga Julita Lemgruber, coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, lembra que, nos últimos anos, a violência policial contra moradores das comunidades aumentou no Rio.

Para o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, faltou planejamento.

Já o ex-governador de São Paulo, Cláudio Lembo, questiona a constitucionalidade do texto.

O governo afirma que a intervenção pode ser encerrada “em setembro ou outubro”. Inicialmente, a previsão é de que a medida fique em vigor até 31 de dezembro.

*Informações do repórter Vitor Brown