Ipea prevê PIB de 1,1% em 2019 e 2,3% em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2019 07h54 - Atualizado em 20/12/2019 07h58
Marcelo Camargo/Agência BrasilO Ipea prevê, ainda, inflação de 3,77% em 2020 contra 3,70% neste ano

O Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada (Ipea) está mais otimista com o desempenho da economia brasileira neste ano e no próximo. A última carta de conjuntura, divulgada nesta quinta-feira (19) no Rio de Janeiro, aponta para um crescimento maior do Produto Interno Bruto (PIB) tanto em 2019 quanto em 2020.

Para este ano, o Ipea projeta um crescimento de 1,1% e, para o ano que vem, 2,3%. Antes, os dados eram inferiores: 0.8% em 2019 e 2.1% em 2020. Essa melhora nos resultados é esperada em setores como agropecuária, consumo das famílias e na formação bruta de capital fixo.

De acordo com o economista José Ronaldo de Castro, responsável pelos dados do instituto, se o governo conseguir encaminhar e aprovar as reformas estruturais – como a PEC emergencial e o pacto federativo -, essas projeções de crescimento da economia podem ser revisadas novamente para cima.

“A gente pode ter um crescimento maior do que 2,3% sim, é perfeitamente possível, se a gente conseguir essa melhora mais intensa e mais rápida da confiança e, claro, quanto mais rápido aprovarmos medidas consideradas importantes pelos próprios investidores, mais rapidamente esses investimentos podem entrar, o que deve acelerar mais o PIB”, explica Castro.

O Ipea prevê, ainda, inflação de 3,77% em 2020 contra 3,70% neste ano. Segundo o instituto, o efeito da alta da carne bovina deve perdurar até o primeiro semestre do ano que vem.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga