Irã ignora ameaças e abandona diálogo com os EUA

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2019 07h59
Agência EFERouhani ordenou que sejam derrubados todos os limites sobre pesquisa e desenvolvimento de urânio

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, anunciou que o país abandonou qualquer diálogo com os Estados Unidos e não vai mais respeitar nenhum ponto do acordo nuclear. Rouhani ordenou que sejam derrubados todos os limites sobre pesquisa e desenvolvimento de urânio.

O presidente afirmou que o Irã só aceita retomar as conversas multilaterais se todas as sanções americanas forem retiradas.

Anteriormente, presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que estaria aberto a renegociar o acordo nuclear firmado em 2015 entre o Irã e potências mundiais. Mas, no último ano, Trump abandonou as negociações e restabeleceu as sanções.

De acordo com Rouhani, esse é o terceiro passo de uma escalada do Irã para se desvencilhar do acordo. Os outros dois passos teriam sido dados em julho, quando o país ultrapassou o limite de 300 quilos de urânio enriquecido estocado e o nível de enriquecimento, de 3,67%.

O desacato a estas medidas aconteceu depois que Trump tornou ainda mais duras as sanções contra as exportações de petróleo iraniano, com o objetivo de forçar as negociações.

Durante o encontro dos líderes do G7 na semana passada, o presidente americano cogitou a possibilidade de um encontro com Hassan Rouhani para resolver o impasse.

O iraniano chegou a sinalizar interesse, mas, depois, voltou atrás.

*Com informações do repórter Renan Porto