Isolados, candidatos das “extremas” esquerda e direita são confirmados

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2018 12h40
Estadão ConteúdpNeste domingo, o deputado federal Jair Bolsonaro foi oficializado como candidato do PSL à Presidência. Durante o discurso, ele elogiou as mulheres, disse ser o patinho feio da disputa e até chorou.

Isolados, candidatos à Presidência das “extremas” esquerda e direita são confirmados em convenções nacionais.

No fim de semana, o Partido Socialismo e Liberdade e o Partido Social Liberal realizaram atos com tom de crítica à velha política.

Neste domingo, o deputado federal Jair Bolsonaro foi oficializado como candidato do PSL à Presidência. Durante o discurso, ele elogiou as mulheres, disse ser o patinho feio da disputa e até chorou.

O capitão reformado do Exército aproveitou para expor a formação da equipe econômica, caso seja alçado ao Planalto:

Durante o discurso, Bolsonaro aproveitou para cutucar o pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, dizendo que o tucano uniu a escória da política brasileira ao se juntar ao Centrão.

Convidada a ser vice de Jair Bolsonaro, a jurista Janaína Paschoal discursou durante a convenção e pediu mais tempo para tomar uma decisão.

Em tom de crítica, a autora do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff pediu ao seguidores do candidato a abertura do diálogo:

Janaína Paschoal afirmou ainda que não se ganha uma eleição nem se governa um país com um pensamento único.

No sábado, o PSOL confirmou a candidatura de Guilherme Boulos à Presidência da República.

Em discurso, o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto indicou que, se for eleito, irá defender que imóveis vazios sejam destinados para moradia:

Guilherme Boulos ainda promete discutir a desmilitarização das polícias e o direito das mulheres ao aborto.

Ciro Gomes, do PDT, Paulo Rabello de Castro, do PSC, e Vera Lúcia, do PSTU, também foram confirmados como candidatos à Presidência.

As convenções devem ser feitas até o próximo dia 5. O prazo para registro das candidaturas na Justiça Eleitoral termina 10 dias depois, em 15 de agosto.