Com isolamento, atenção com idosos precisa ser redobrada, dizem especialistas

  • 20/04/2020 06h52 - Atualizado em 20/04/2020 08h06
Giuliano Gomes/Estadão ConteúdoUma das grandes preocupações do setor médicos são as casas de repouso espalhadas pelo Brasil

Cerca de 30% dos idosos brasileiros não cumprem medidas de isolamento pelo coronavírus, revela pesquisa. O levantamento do Instituto de Pesquisa do Risco Comportamental mapeou duas mil pessoas com mais de 60 anos; grupo de risco da pandemia do coronavírus, explica o diretor do IPRC Brasil, Renato Santos.

“Para eles não se sentirem isolados, realmente se oferecer pra ajudar comprar remédio, comida. Então se a gente como sociedade não der uma atenção para os idosos, a tendência é eles saírem mais para as ruas e piorarem mais toda a situação.”

O médico geriatra e fundador do Instituto Horas da Vida, João Ribeiro, também ressalta o cuidado especial com as pessoas acima de 60 anos e avalia que a telemedicina, pode evitar os deslocamentos desnecessários.

” A gente pode utilizar também para manter o contato com esses pacientes pro controle das outras doença crônicas, controle do diabetes, hipertensão, para que a gente possa manter esse contato, controlar doenças do paciente para que ele evite procurar um pronto socorro, em especial em um momento de pandemia, de gravidade que ele pode acabar se contaminando.”

Uma das grandes preocupações do setor médicos são as casas de repouso espalhadas pelo Brasil. O Ministério Público de São Paulo monitora a estrutura de isolamento nos asilos da capital paulista e também
estruturas privadas; com dados de duas mortes confirmadas e quatro suspeitas por coronavírus.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos