Jair Bolsonaro diz que Lula só ganha eleições de 2022 ‘na fraude’

Presidente da República voltou a defender a aprovação do voto impresso e fez referência à decisão do STF que permitiu que o petista recuperasse os direitos políticos

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2021 09h25
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 17/12/2020Presidente também voltou a criticar a CPI da Covid-19 no Senado e lamentou a falta de investigações contra governadores

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira que Lula só ganhará a eleição do ano que vem “na fraude”. As declarações foram dadas durante uma cerimônia para entrega de títulos de propriedade rural em um assentamento, em Terenos, em Mato Grosso do Sul. Bolsonaro voltou a defender a aprovação do voto impresso e fez referência à decisão do STF que permitiu que o petista recuperasse os direitos políticos. “Porque um bandido foi posto em liberdade, foi tornado elegível. No meu entender, para ser presidente. Na fraude. Ele só ganha na fraude no ano que vem. Eu tenho falado, se o Congresso Nacional votar e promulgar, teremos voto impresso no ano que vem.” Bolsonaro completou dizendo que respeita as decisões do Parlamento e que, caso o Congresso aprove a proposta, outros Poderes terão que respeitar.

No ano passado, o Supremo Tribunal Federal declarou inconstitucional trecho da minirreforma eleitoral de 2015 que previa a adoção do voto impresso e impediu a mudança. O presidente também voltou a criticar a CPI da Covid-19 no Senado e lamentou a falta de investigações contra governadores. “Daí faz uma CPI com aquela composição que, puxa vida. Procurar omissões no governo federal. Na hora de convocar governadores, é contra. E o crápula ainda diz que a CPI não é para investigar desvios de recursos. Até porque para investigar o governo em desvio de recursos, pelo o que eu sei, vai perder tempo.” No mesmo discurso, Bolsonaro disse que “não adiantou” o governo federal zerar PIS e Cofins sobre o diesel, porque governadores aumentaram o ICMS sobre o combustível. Sobre o gás de cozinha, falou que está trabalhando com o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, para reduzir o preço do botijão e afirmou que “dá pra diminuir”.

*Com informações do repórter Vitor Brown