Jovem ganha homenagem em música após superar câncer raro de mama

  • Por Jovem Pan
  • 29/10/2019 08h23
Márcio Fernandes de Oliveira/Estadão ConteúdoBrasil, São Paulo, SP. 23/03/2007. Paciente realizando exame no mamógrafo, para a identificação de câncer de mama, no Hospital Pérola Byington, região central da capital paulista. - Crédito:MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Codigo imagem:30590

Aos 26 anos a publicitária Fernanda Natel, que hoje tem 30 anos, descobriu um câncer raro de mama após realizar o autoexame.

“Apareceu um nódulo na minha axila, mas a gente nunca acredita que é com a gente que vai acontecer. A gente acha que ‘apareceu uma bolinha, tudo bem, normal’. Tirei na minha dermatologista, mandamos para biópsia e o resultado não trouxe propriedades malignas. Segui minha vida normalmente, mas a bolinha voltou muito rápido. Deixei levar e só descobri um ano depois.”

O diagnóstico foi muito difícil, mas a vontade de viver foi muito maior. Após um ano e meio de muita luta e fé, Fernanda está há dois anos sem a doença. Em três anos ela pode se considerar totalmente curada.

“Dia 9 de dezembro é a data que eu comemoro a minha vida, mais do que o meu aniversário, porque foi o dia que acabou o tratamento. É muito importante fazer exames. Se cuidem, porque se cuidar é se amar”, conta.

Fernanda ressaltou a importância do autoexame e lembrou que, se tivesse descoberto na primeira biópsia, não precisaria nem da quimioterapia.

Homenagem

Nos últimos anos, em meio à recuperação, Fernanda conheceu o Juca – que é compositor. Depois de assistir uma palestra da publicitária, ele fez uma música em homenagem à ela contando sua história de vida. A música se chama “Começar de Novo”.

“Uma coisa que eu interpretei foi que existe uma vida pré-tratamento de câncer outra pós, que você precisa se adaptar. Eu quis mostrar exatamente isso, que há esperanças e que sempre dá para começar de novo”, declarou o amigo.

*Com informações do repórter Victor Moraes