Jovens são presas com mais de mil cartões clonados em SP

  • Por Jovem Pan
  • 13/11/2019 08h25
Marcos Santos/USP Interrogadas, elas admitiram fazer parte de uma quadrilha e que a função delas era transferir valores das vítimas para determinadas contas

Duas mulheres estelionatárias foram presas portando mais de mil cartões clonados em uma agência bancária do Alto da Lapa, na Zona Oeste de São Paulo.

As jovens, integrantes de uma quadrilha especializada, foram detidas por volta das 21h desta terça-feira (13) na área de autoatendimento do Banco do Brasil na região da Vila Romana. A PM foi acionada pela central de monitoramento do banco.

Elas já estavam na área dos caixas há bastante tempo realizando operações, o que levantou a suspeita por parte da empresa de segurança. Assim que os policiais militares chegaram ao local, outros integrantes do bando, que estavam aguardando em um automóvel, conseguiram fugir.

As duas mulheres, identificadas posteriormente como Amanda Vidoto e Thamires Isabella, ambas de 22 anos, foram abordadas e, durante uma revista, os oficiais encontraram 1.100 cartões clonados escondidos dentro das bolsas que elas carregavam.

Interrogadas, elas admitiram fazer parte de uma quadrilha e que a função delas era transferir valores das vítimas para determinadas contas.

Amanda, que até então não tinha antecedentes criminais, e Thamires, egressa do sistema penal há um mês após cumprir pena por estelionato, foram levadas para o 91º Distrito Policial, da Vila Leopoldina, e autuadas em flagrante pelo mesmo crime.

*Com informações do repórter Paulo Edson Fiore