Jungmann diz que PF usará toda tecnologia disponível para apurar incêndio no Museu Nacional

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2018 07h23
Valter Campanato/Agência BrasilSegundo o ministro, todas as hipóteses serão devidamente investigadas pela Polícia Federal

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse nesta terça-feira (04) que a Polícia Federal vai utilizar toda a tecnologia disponível hoje no país para apurar as causas do incêndio que destruiu boa parte do Museu Nacional no Rio de Janeiro.

Drones já estão sendo utilizados para fazer um mapeamento do local e a expectativa inclusive é de que a perícia utilize maquetes, para tentar entender como se deu o incêndio.

Segundo o ministro, todas as hipóteses serão devidamente investigadas pela Polícia Federal.

O Ministério da Segurança Pública firmou ontem parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes para criar o Centro Internacional para Segurança Pública no Brasil. A ideia é investir R$ 7 milhões.

O Centro, segundo o ministro, vai produzir dados estatísticos e pesquisas para orientar as políticas nacionais de combate ao crime organizado, às facções, ao tráfico de drogas, à violência. A promessa é de reduzir a insegurança no Brasil.

*Informações da repórter Luciana Verdolin