Jungmann sai em defesa de general Villas Bôas: “não há nada de golpista em afirmação”

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2018 08h16
Marcelo Camargo/Agência BrasilEm entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que a fala do general foi “absolutamente respeitosa”

No dia anterior ao julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula no Supremo Tribunal Federal, o general do Exército, Eduardo Villas Bôas, disse que a instituição não aceitava “impunidade” e estava atenta “às suas missões institucionais”. A fala gerou muita polêmica, reações por parte de militares, críticas por parte de políticos e silêncio do Planalto.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que a fala do general foi “absolutamente respeitosa” e uma demonstração de apelo “como o democrata que é” à Constituição.

“General é soldado exemplar, como comandante é grande líder e como cidadão é democrata. Ele reúne virtudes. Conheço muito, admiro muito ele e jamais vi dele qualquer tipo de desrespeito aos fundamentos constitucionais que nos regem e regem ao Exército (…) Não há nada de golpista em afirmação como essa [feita pelo general]”, defendeu Jungmann.

Confira a entrevista completa com o ministro Raul Jungmann: