Justiça do Distrito Federal libera 1036 presos no “saidão” de Ano Novo

  • Por Jovem Pan
  • 29/12/2017 07h24
EFE/Antonio LacerdaOs beneficiados saíram da prisão na manhã desta sexta-feira (29) e têm que retornar até as dez da manhã de terça-feira (02)

A Justiça do Distrito Federal vai liberar 1036 presos no chamado “saidão” de Ano Novo. Os beneficiados saíram da prisão na manhã desta sexta-feira (29) e têm que retornar até as dez da manhã de terça-feira (02). Entre os detentos liberados, 53 são mulheres.

Essa vai ser a décima saída especial de 2017. Na soma de todas elas, são 35 dias de liberdade durante o ano. Podem ter direito à saída os presos em regime semiaberto com autorização para a liberação temporária, trabalho externo ou saídas quinzenais para visitar familiares.

Quem não voltar dentro do prazo vai ser considerado foragido e pode perder o direito ao regime semiaberto.

Até a última quarta-feira, 12 dos 1033 presos liberados para o “saidão” de Natal ainda não tinham retornado.

No mês passado, a Câmara Federal aprovou um projeto que dificulta os “saidões”. Ele aumenta, por exemplo, o tempo mínimo de pena cumprido para ter direito ao benefício e exige uma autorização especial da penitenciária. A matéria ainda vai ser analisada pelo Senado.

*Informações do repórter Levy Guimarães