Justiça mantém prisão de ex-procurador-geral do MP-RJ

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2018 06h11 - Atualizado em 27/11/2018 07h02
Divulgação/Procuradoria da República no Rio de Janeiro/MPF Lopes é acusado de fazer parte do esquema de corrupção montado pelo ex-governador Sérgio Cabral Filho

Ex-procurador-geral do Ministério Público do Rio de Janeiro vai continuar preso. Nesta segunda-feira (26), o órgão especial do Tribunal de Justiça do Rio decidiu, por maioria de votos, manter o ex-procurador-geral Cláudio Lopes na cadeia.

Ele é acusado de fazer parte do esquema de corrupção montado pelo ex-governador Sérgio Cabral Filho. Cláudio Lopes receberia, de acordo com investigações, uma mesada de R$ 150 mil para ajudar Cabral e sua quadrilha.

Além de continuar preso, Lopes e sua mulher também terão mais de R$ 7 milhões bloqueados em suas contas. O ex-procurador foi preso em 08 de novembro e está detido em Niterói. Foi a primeira vez que o MP apresentou denúncia contra um ex-procurador.

*Informações do repórter Rodrigo Viga