Kassab diz que Meirelles tem espaço para mostrar ideias, mas não descarta aliança em eleição

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2018 08h28
Valter Campanato/Agência Brasil“Existe um esforço para que a gente possa ter os partidos o mesmo candidato. E cada partido procura valorizar seus presidenciáveis. PSD tem ministro Meirelles”, disse

Ministro Gilberto Kassab, presidente licenciado do PSD, afirmou nesta terça-feira que o partido ainda estuda, em âmbito nacional, a possibilidade de candidatura própria à presidência, ou apoio a Geraldo Alckmin.

Durante seminário de inovação na capital paulista, o ministro Kassab disse a legenda está garantido todo o espaço para que o peessedebista Henrique Meirelles, titular da pasta da Fazenda, e nome forte do partido à disputa, mostre seu trabalho.

“Existe um esforço para que a gente possa ter os partidos o mesmo candidato. E cada partido procura valorizar seus presidenciáveis. PSD tem ministro Meirelles”, disse.

Ainda assim, segundo Gilberto Kassab, se não houver consenso que o nome de Meirelles seja o melhor para a legenda, grande parte do PSD indica aliança com os tucanos para apoiar Geraldo Alckmin.

Já nos Estados, segundo Kassab, a condução é diferente, tendo autonomia para suas alianças: “cada Estado tem a sua autonomia, cada Estado avança conforme suas consultas, e em SP avançamos bastante”.

Sobre São Paulo, com a dobradinha Doria-Kassab, ambos preferiram adotar a cautela frente às especulações do início da semana.

O prefeito João Doria disse que não haviam anunciado nada sobre a aliança, mas reafirmou que o PSDB terá candidatura própria.

O prefeito ainda disse que o partido ficaria honrados se houvesse alinhamento com o PSD, por haver coincidências de ideias e, reafirmou, estar preparado para possíveis prévias no ninho tucano.

*Informações do repórter Fernando Martins