Lacalle Pou cobra pragmatismo do Mercosul e reconhece tensão entre Bolsonaro e Fernández

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2019 06h37
EFESegundo o presidente eleito do Uruguai assume o cargo em 15 de março de 2020

O presidente eleito do Uruguai, Luis Lacalle Pou, defendeu, nesta segunda-feira (2), que países do Mercosul negociem acordos comerciais de forma independente e pragmática. O senador de centro direita reconheceu, no entanto, que há tensões entre o presidente brasileiro Jair Bolsonaro e Alberto Fernández, que assume o governo argentino na semana que vem.

Lacalle Pou cobrou mais pragmatismo nas decisões do bloco e disse que a ideologia prejudica interesses nacionais quando interfere nas relações internacionais.

Ele defendeu, ainda, a permanência de Luis Almagro na liderança da Organização dos Estados Americanos (OEA), mas afirmou discordar do ponto de vista dele em relação à Bolívia. O ex-senador não especificou em quais pontos se opõe ao secretário-geral da OEA.

Lacalle Pou assume a presidência do Uruguai em março do ano que vem, colocando fim a 15 anos de governo da coalizão de esquerda Frente Ampla, do ex-presidente José Mujica.

*Com informações da repórter Nanny Cox