Lançamentos imobiliários crescem 15,45% e vendas têm alta de 9,7% em 2019

  • Por Jovem Pan
  • 03/03/2020 06h55 - Atualizado em 03/03/2020 09h23
Rafael Neddermeyer/Fotos PúblicasPara 2020, a expectativa da CBIC é que o crescimento nas vendas chegue a 10%

As vendas de imóveis residenciais no Brasil subiram 9,7% no ano passado na comparação com 2018, de acordo com a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção). O total de unidades negociadas chegou a 130,4 mil — o melhor resultado anual desde 2016.

O presidente da CBIC, José Carlos Martins, explica que a alta foi puxada pelas compras em São Paulo. “Apesar de todas as regiões terem iniciado o crescimento, eceto o Nordeste, você está muito focalizado em São Paulo em classe média e classe média alta.”

O total de imóveis lançados subiu 15,4% em 2019 — foi a maior alta dos últimos quatro anos.

Já a participação do Minha Casa, Minha Vida nas vendas, que tinha sido de 50% em 2018, caiu para 45%. O motivo seria a redução do orçamento do FGTS, já que o fundo de garantia é usado para os financiamentos feitos pelo programa.

Para 2020, a expectativa da CBIC é que o crescimento nas vendas chegue a 10%.

José Carlos Martins diz que as novas linhas de crédito, com taxas atreladas à inflação, devem ajudar a aquecer o setor. “O financiamento vinculado ao índice de preço, o dinheiro da tesouraria dos bancos, já fez 4% de participação. Certamente em 2020 isso será muito maior.”

Com o aumento do número de lançamentos, o mercado brasileiro encerrou o ano passado com um estoque de 134,7 mil unidades novas. No final de 2018, eram 128,6 mil.

*Com informações do repórter Vitor Brown