Largo da Batata passará por obra de paisagismo e terá base da GCM

  • Por Jovem Pan
  • 10/07/2017 08h15 - Atualizado em 10/07/2017 10h28
ReproduçãoA última reforma no local foi há quatro anos e essa nova obra deve durar até 60 dias, segundo expectativa da prefeitura regional

O Largo da Batata, em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, passa, a partir desta segunda-feira (10), por obra de paisagismo.

O local receberá 70 árvores adultas da Mata Atlântica, como pau-brasil, jequitibás brancos e rosas, cedros e babosas.

O projeto custará R$ 224 mil e serão custeados pela iniciativa privada, que também dará manutenção no espaço, e dará nova cara ao local, como explicou Paulo Mathias, prefeito regional de Pinheiros.

“O objetivo disso é justamente a gente retirar esse clima árido que há no Largo da Batata por inúmeras obras feitas. Pela nossa avaliação faltou algo que é necessário em toda a humanidade, que é a vegetação arbórea”, disse.

A última reforma no local foi há quatro anos e essa nova obra deve durar até 60 dias, segundo expectativa da prefeitura regional.

Além do paisagismo, o Largo da Batata, um dos principais pontos de manifestações de São Paulo, também receberá uma bandeira do Brasil com mastro de 33 metros de altura e 56 metros de comprimento, a maior da cidade.

A segurança do espaço será reforçada com uma base fixa da Guarda Civil Metropolitana e serão instalados equipamentos de exercício ao ar livre para a terceira idade.

*Informações do repórter Fernando Martins