Leilão de linhas de transmissão, marcado para esta quinta (28), é suspenso por ordem judicial

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2018 09h44
Tiago Muniz/Jovem PanA Aneel leiloaria nesta quinta-feira, a partir de 9h, concessões para a construção, operação e manutenção de aproximadamente 2,6 mil quilômetros de linhas de transmissão e subestações

O leilão das 21 linhas de transmissão e 23 subestações, marcado para esta quinta-feira (28) na B3, foi suspenso por ordem judicial. A Aneel ainda não recebeu maiores informações para tentar reverter a decisão.

A movimentação já era intensa por volta das 8h45 desta quinta-feira (28) na entrada da B3 e no Espaço Raymundo Magliano Filho, onde funcionava o antigo pregão da Bolsa de Valores de São Paulo e onde se realizaria, pela manhã, o leilão de empreendimentos de transmissão. Por volta das 9h40, o movimento continuava grande na porta.

A Aneel leiloaria nesta quinta-feira, a partir de 9h, concessões para a construção, operação e manutenção de aproximadamente 2,6 mil quilômetros de linhas de transmissão e subestações com capacidade de transformação de 12,2 mega-volt-amperes (MVA) em 16 Estados.

Leilão

O certame será dividido em 20 lotes, com investimento previsto de R$ 6 bilhões e geração de 13,6 mil empregos diretos. Serão licitadas concessões de 44 empreendimentos: 21 linhas de transmissão e 23 subestações. Os empreendimentos estão localizados em 16 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

As instalações de transmissão deverão entrar em operação comercial no prazo de 36 a 63 meses a partir da assinatura dos respectivos contratos de concessão. O concessionário vencedor terá direito ao recebimento, por 30 anos, da Receita Anual Permitida pela prestação do serviço, a ser recebida a partir da operação comercial do empreendimento. Confira aqui os lotes que serão licitados. Para maiores informações acesse o folder do leilão.

*Com informações de Estadão Conteúdo e Aneel