Líderes avaliam que Governo pode ter bomba nas mãos após eleição no Senado

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2019 06h19
Edilson Rodrigues/Agência Senado Para líderes no Senado, o Governo pode ter ligado uma bomba-relógio contra ele ao forçar a eleição do senador Davi Alcolumbre para a Presidência da Casa

Para líderes no Senado, o Governo pode ter ligado uma bomba-relógio contra ele ao forçar a eleição do senador Davi Alcolumbre para a Presidência da Casa.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, foi o mentor da articulação que pegou carona na “onda anti-Renan Calheiros” e acabou derrotando o MDB em plenário dividido.

O DEM agora tem as presidências da Câmara e Senado com Rodrigo Maia e Alcolumbre, respectivamente, a Casa Civil com Onyx Lorenzoni e outros dois ministérios: Saúde e Agricultura.

O Governo quer começar logo a discutir reformas e projetos entre deputados e senadores. A reforma da Previdência está pronta e depende do sinal verde do presidente Jair Bolsonaro para ser apresentada ao Congresso.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, toma café da manhã com Rodrigo Maia nesta segunda-feira (04) e apresenta a proposta de recrudescimento das leis contra corrupção e o crime organizado. O projeto acaba com a progressão de penas para integrantes de organização criminosa quando houver homicídio.

A novidade é estabelecer o acordo na Justiça quando o acusado se declara culpado e recebe a pena.

*Informações do repórter José Maria Trindade